14/11/2010

Agora também em Belfagor

Pois é, menos de uma semana antes do primeiro espetáculo de Belfagor em 2010, eu tive que engolir o texto e decorar... Bom, quase tudo que eu faço em minha vida é de última hora, então meio que me acostumei... Eu nunca havia assistido Belfagor, mesmo sabendo da existência da peça e do TeatroSilva há um considerável tempo... Quando entrei para o grupo já me enfiei no elenco (em cima da hora também) e minha primeira apresentação no TS foi em Tirania®, em Abril. Como eu já havia visto os ensaios, ficava imaginando como eu faria cada personagem, as falas estavam em minha cabeça e quando fui substituir o Napoleão já inventei uma voz e uns trejeitos para ele. Deu certo, acabei fazendo esse personagem nas demais apresentações desse ano. Agora em Novembro o grupo optou por voltar a apresentar Belfagor, de Maquiavel. E lá fui eu entrar no elenco de novo... Confesso que o formato dessa peça me assusta mais do que Tirania®, afinal é uma peça realizada em arena, modo cujo eu nunca tinha experimentado apresentar, o público fica muito perto. É uma peça bem mais dinâmica que Tirania®, nela eu posso andar, ter mais liberdade na hora de atuar, mas também é mais difícil de fazer, considerando que troco de roupa várias vezes por fazer cinco personagens! Estou buscando um modo de fazer esses personagens ficaram visualmente bem diferentes com trejeitos diferentes... Por exemplo, no HL1 (um diabo agitado, mas controlado) eu inventei um movimento com a mão que transparece uma espécie de tic nervoso. Como Cabelereiro é só agir afeminadamente, como Jogador eu sou o mais bobão possível, como Fã eu tento ser tão fanático por  Justin Bieber coisas ridículas que acabo sendo ridículo também e como o apresentador Bob eu tento ser simpático e sorridente (quando está no ar, claro). Posso dizer que fiquei muito nervoso fazendo Belfafor, mas agora que já se passaram cinco apresentações minhas dessa peça acho que posso relaxar um pouco... Não na qualidade da atuação, hehe, mas na insegurança que pode ser reduzida.

xDan

Nenhum comentário: