01/09/2011

Alma do Negócio

Ontem fui à palestra do jornalista, escritor e cineasta José Roberto Torero. Quem me conhece sabe como fiquei empolgado em saber que é possível consciliar tantos trabalhos assim. Afinal, tenho planos para ser jornalista, escritor, ator, músico, desenhista, compositor, roteirista e também cineasta. No momento o último está ecoando em minha cabeça graças à palestra.
Uma coisa que o multitrabalhador disse me deixou pensativo. Segundo ele o cinema nacional não tem um reconhecimento internacional principalmente porque não possui uma 'cara'. Não é possível indentificar um filme brasileiro. Concordo em parte. Para mim, que não gosto muito dos filmes daqui, filme brasileiro se divide em dois gêneros:
1. Comédia (tipo novela, a tosca ópera de sabão)
2.Realidade (tropa de elite e derivados)
Há quem goste de ambos, eu raramente gosto. Quer dizer, gosto de Se Eu Fosse Você 1 e 2, Trair e Coçar É Só Começar (esse em especial). Nosso Lar e Castelo Rá-Tim-Bum, para mim, foram os melhores filmes brasileiros que já vi. Parecem-me mais imaginativos, mais bem produzidos. Acho que o que falta no cinema brasileiro é também espaço para a ficção. Claro que isso é difícil com nossa escassa tecnologia.
Há quem discorde de mim, e como há, mas filmes estilo Carandiru e Tropa de Elite, que são tão elogioados, nunca me despertaram interesse. Em geral, acredito que os bordões desses filmes só incitam mais a violência nas pessoas. Garotos sem instrução assistem o dvd pirata em casa e ao invés de decidirem conquistar outra vida ao assistir esses filmes podem muito bem pensar "É, pra sobreviver tem que ser malandro!"
Mas isso não vem ao caso, essa postagem fugiu de seu assunto, hehe. Vou defender os curtas brasileiros agora. Estes sim são bons, puros, característicos!
Dois curtas de Torero foram exibidos na palestra, deixo o que mais gostei para vocês assistirem ou simplesmente ignorarem o link ao clicarem aqui. É extreamamente engraçado! Um modo interessante ou funesto de falar sobre a concorrência publicitária no mercado. Vale conferir!

xDan

Um comentário:

Orion* disse...

Achei gostosa a leitura...